terça-feira, junho 2

-->>Um Amor Proibido - Renato Cardoso<<--


Um amor proibido.
Por: Renato Cardoso.
.
Nossos olhos se cruzaram por um instante
Uma atração surgiu sem ao menos sabermos
No início parecia só atração, paixão
Mas logo percebemos que era algo a mais, era um amor
Esse amor nasceu como uma chama branda
Que queima devagar e intensamente a madeira
As barreiras que a vida nos colocou, nos afastou
Dois corpos distantes, mas unidos pelo fio invisível do amor
Tentaram nos impedir, só que o amor foi maior
A nossa união está predestinada, é algo muito forte
Um amor proibido estilo Romeu e Julieta
Contudo com destino diferente, um amor diferente
Em meu corpo você está marcada para eternidade
Cada beijo, cada carinho, cada sentimento
Tudo isso sinais de um amor profundo, intenso e apaixonado.

Um comentário:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olha, coincidência ou não, eu sou personagem de uma história igualzinha a essa, só que no meu caso, nasceu um fruto.

Adorei. Parabéns pela escolha.

Beijos,

Furtado.